Reforma de sofá: quando fazer?

reforma de sofá

O sofá é um dos itens mais amados da casa. O móvel pode ser um lugar de conforto ou diversão, está presente em todos os momentos. Mas, chega uma hora em que o desgaste, provocado pela ação do tempo ou descuido, faz com que ele deixe de ser o queridinho do ambiente. Nesses casos, vale a pena fazer a reforma de sofá? Quando optar por ela? Neste artigo, vamos explicar. É só continuar lendo!

Mudança na decoração

Mudou a decoração da casa recentemente? O sofá não harmoniza mais com os ambientes? Se o problema for a cor ou o tipo de tecido, a reforma de sofá é sim uma boa opção.

Além de economizar dinheiro, pois gastará menos com a reforma do que com um sofá novo, você ainda ajuda o meio ambiente ao não comprar um móvel apenas por estética. Assim, a reforma pode ser bastante satisfatória para quem deseja apenas mudança na decoração.

Estrutura danificada

Outro motivo comum para querer fazer uma reforma é o desgaste estrutural do sofá, como assentos afundados, madeiras quebradas, molas desgastadas, espuma velha, entre outros. Nestes casos, é preciso pensar bem, pois seria necessária uma reforma mais completa, com troca de praticamente todos os componentes do móvel.

Desse modo, a reforma pode sair praticamente o preço de um sofá novo. Portanto, é preciso orçar tanto a reforma quanto a compra e ver o que é mais viável e que cabe no bolso. E claro, em caso de aquisição de um, qual seria o destino do velho.

Tecido rasgado ou manchado

Tecido rasgado também é um motivo para considerar a reforma de sofá. Como falamos no primeiro tópico, isso pode ser resolvido trocando apenas essa parte e vale bastante a pena no fim das contas.

Mas também, tem aqueles casos em que o problema do sofá é a sujeira. Manchas e sujidades podem querer fazer você trocar ou reformar seu móvel. Porém, por que não fazer uma limpeza e impermeabilização com um profissional antes de tomar esta decisão?

Muitas vezes, o problema está no cuidado com o estofado, o que pode ser resolvido com higienização correta, realizada a cada 6 meses. Assim, um sofá manchado e sujo, com aspecto de velho, pode se tornar novo!

Então, antes de considerar uma reforma de sofá, avalie suas condições financeiras e também do estofado. Se o problema for estrutural, muitas vezes, não valerá a pena. Caso seja de sujeira ou manchas, uma boa solução é a lavagem a seco (profissional). Quer trocar apenas a cor ou o tecido? Aí sim, pode ser uma opção ideal!

Falando em sofá, leia também este outro artigo do blog e saiba os motivos para NÃO usar capas no móvel!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *